Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Biblioteca da Inês

Um blog sobre a minha paixão pelos livros infantis e exemplos de como os desenvolver em educação de infância

A Biblioteca da Inês

Um blog sobre a minha paixão pelos livros infantis e exemplos de como os desenvolver em educação de infância

Qui | 09.01.20

"A Rainha das Cores", um livro sobre emoções

Inês Martelo Ribeiro

E o primeiro livro que vos trago este ano é...

(pausa para o rufar dos tambores)

... "A Rainha das Cores", da autoria de Jutta Bauer e editado por "O Bichinho de Conto". Este é, para mim, um livro bastante especial, pois é um dos meus favoritos. 

IMG_20200107_132809.jpg

A sua primeira publicação é de 1998, mas recentemente foi novamente reeditado (e ainda bem!). Conheci-o pela primeira vez numa das minhas visitas à Biblioteca Municipal e a minha paixão foi confirmada numa formação acerca da literatura infantil.

A narrativa é bastante interessante e que não deixa ninguém indiferente. A personagem principal é uma Rainha que, tal como qualquer outra, vive no seu castelo e tem súbditos bastante especiais - o Azul, o Vermelho e o Amarelo. O Azul ajuda-a a acalmar-se, o Vermelho dá-lhe o seu toque selvagem e o Amarelo é quente... e comichoso!

IMG_20200107_133940.jpg

A Rainha fica tão irritada com o Amarelo que começa a discutir e, para tentar ajudar, o Azul e o Vermelho envolvem-se na discussão, de tal maneira que tudo se torna... cinzento. E a Rainha, o castelo e todo o reino ficam... Cinzentos. E agora já não há cores... tudo está cinzento... E agora? Como se poderá resolver? Para descobrirem basta... Ler!

IMG_20200107_133001.jpg

Esta é uma história que aborda as emoções, representadas pelas cores, e que devem ser identificadas e discutidas com as nossas crianças. Cada um de nós é a sua própria Rainha que sente as mais diversas emoções ao longo do tempo, às vezes até uma variedade delas num só dia. E há uma conclusão que retiro sempre que visito este livro: os momentos "cinzentos" fazem parte do nosso dia-a-dia e são igualmente importantes.

IMG_20200107_134104.jpg

Considero que "A Rainha das Cores" se apropria mais à idade pré-escolar, devido à complexidade e duração. As ilustrações são simples, parece um esboço de desenho feito a lápis de cera, mas contam com traços bastante expressivos. As ilustrações finais são bastante poderosas e com um impacto estrondoso, com espaço para várias interpretações.

Para desenvolver na sala, existem múltiplas opções para realizar com as crianças. Para recontar e/ou reinterpretar a história, pode-se usar lenços ou guardanapos para as crianças representarem as cores/emoções (ideia também vista na formação ), que podem abanar conforme a intensidade de cada uma - o azul mais calmo, o vermelho muito agitado.

IMG_20200107_133330.jpg

Podemos também pedir ao nosso grupo, ou parte dele, para ilustrar o seu reconto e/ou para adaptarem à sua realidade - quem ou o quê representa o seu azul, vermelho ou amarelo. Podemos levar as crianças a repensarem nas outras cores - que emoções serão o verde, o laranja, o cor-de-rosa? 

IMG_20200107_134208.jpg

Boas leituras!